Archiv der Kategorie: Televisão

Deutsche Bank fecha acordo com prefeitura de São Paulo

Hallo! Wie Gehts?

Deu no Jornal da Globo de hoje: O Deutsche Bank fechou os termos do acordo com a prefeitura de São Paulo e com o Ministério Público de São Paulo para devolver aos cofres públicos 5 milhões de dólares.  O acordo que será assinado provavelmente nesta segunda dia 6 de abril prevê que o banco alemão devolva US$ 5 milhões, dos quais US$ 4 milhões serão destinados à prefeitura, US$ 500 mil à União e US$ 500 mil ao estado de São Paulo.

A origem: o suposto desvio de dinheiro promovido pelos então prefeitos Paulo Maluf e Celso Pitta, que teriam desviado dinheiro público orçados para obras públicas para pagamentos de empreiteiras tercerizadas, que colocaram o dinheiro desviado em contas de empresas registradas nas Ilha  Jersey,  em nome de empresas cujos sócios seriam filhos do senhor Paulo Maluf. Essas empresas teriam pego o dinheiro originário do Brasil, das tais obras, aplicado no exterior e reaplicado no Brasil. Aonde? Supostamente na empresa Eucatex, da família do senhor Maluf.

Ok, entenderam? Dinheiro público supostamente sai do país, vai pro exterior e volta com destinação diferente. Seria, portanto, desvio de dinheiro público para uma empresa particular ou para as pessoas envolvidas, tanto faz. Mas e o Deutsche Bank, onde entra nessa história?

Qualquer valor que sai do país precisa de um aval de um banco. Se uma pessoa tem 3 „x“ de reais e quer aplicar isso em um banco internacional converte em dólares o valor e fica com „x“ aplicado no exterior. O Banco Central geralmente intermedia a compra de dólares, mas alguns bancos possuem autorização para operar a tranferência de valores.

Não fica claro na reportagem, mas pelo que eu entendi o Deutsche Bank apenas intermediou esta operação supostamente fraudulenta. Deve ter lucrado os tais 5 milhoes de dólares que agora está se dispondo a devolver. Fez a operação de má-fé? Acredito sinceramente que não. Estava envolvida no processo crime do Maluf? Até onde eu sei, também não.

Então porque devolver o dinheiro? Acredito que isso tem mais a ver com a imagem e a credibilidade do banco do que com culpa comprovada. Pega mal lucrar com uma operação fraudulenta. Pega muito mal estar minimamente envolvido com esse tipo de processo, pelo menos para o Deutsche Bank. Nós, brasileiros, acostumados com o princípio de defesa que prevê que „como eu não sabia disso não posso ser responsabilizado por este fato“, que por sinal encontra guarida até no Palácio do Planalto, podemos não entender muito bem. Mas este caso do Maluf tem uma certa importância, na europa inclusive, tanto que vale mais a devolução que a imagem suja.

leia aqui a reportagem do G1

Hinterlasse einen Kommentar

Eingeordnet unter Notícias, Televisão

Volkswagem! Mais um!

Hallo! Wie Giehts?

É… acho que o Gol quer continuar sendo o carro mais vendido (e mais roubado) do Brasil… Estão pegando pesado nas propagandas. Mas agora deram um tempo pros „alemãezinhos“ e deram espaço para um brasileirinho.

Aliás, que piadinha óbvia né? Será que só pensaram nisso agora? Sei lá, o que eu gosto mesmo é do narrador no canto direito, dentro do „estúdio“.

Hinterlasse einen Kommentar

Eingeordnet unter Personalidades, Televisão

Berlin Alexanderplatz

Hallo Leute!

Acaba de ser lançada aqui no Brasil pela Versátil Home Video a versão restaurada da minissérie Berlin Alexanderplatz. Essa edição especial possui ao todo 6 DVDs contendo todos os 14 capítulos originais, bem como documentários, depoimentos e outros extras.

berlin-alexanderplatz-box

Berlin Alexanderplatz é baseada na obra de mesmo nome escrita por Alfred Döblin, a qual narra a história de Franz Biberkopf que está tentando reconstruir sua vida na Berlim dos anos 20 após ter passado 4 anos na prisão. A série, que foi ao ar originalmente em 1980, foi adaptada e dirigida por Rainer Werner Fassbinder.

Considerada por muitos como a obra máxima de Fassbinder, Berlin Alexanderplatz é uma verdadeira obra de arte que nos dá a oportunidade de testemunhar certos aspectos da vida na Alemanha no período entre-guerras.

Esta é a segunda adaptação do romance. A primeira foi feita para o cinema em 1931 sob a direção de Piel Jutzi e contou com a colaboração do próprio Alfred Döblin

O preço sugerido do box completo é R$149,00.

Hinterlasse einen Kommentar

Eingeordnet unter Cultura, Televisão

Volkswagen, de novo

Hallo! Wie gehts?

Pois é, mais um comercial da Volkswagen, desta vez com mais sotaque e mais piadinhas. Continuo achando que o orgulho em ser alemão está em alta, afinal de contas a gente só brinca com coisas que estamos muito seguros.

No finalzinho do comercial os dois engenheiros alemães conversam e fazem piada com o sotaque e um erro comum não só dos alemães mas de qualquer aprendiz de uma nova língua: trocar o gênero das palavras. Cabe aqui uma mini tradução, afinal de contas, eles se permitiram falar mais na língua da matriz, então vamos lá:

Alemão 1: „Em resumo, somos altamente ‚rigorosas‘!

Alemão 2: „Entschuldigung, você é ‚rigorosa‘, eu sou rigoroso mesmo! (pode ser traduzido como: „desculpa“)

Alemão 1: Wieso denn das? (pode ser traduzido como: „como assim?“)

Alemão 2: Denk mal ‚rigorosas‘!!! (pode ser traduzido como: „pensa um pouco“!)

4 Kommentare

Eingeordnet unter Curiosidades, Televisão

Propaganda da Volkswagen – É nois na fita!

Hallo! Wie gehts?

A metade masculina deste blog se encantou com a última propaganda da Volkswagen. Geralmente a empresa nas suas campanhas publicitárias procura mostrar sua „internacionalidade“, ou seja, afirma que os automóveis da marca são os mesmos em qualquer lugar do mundo. Quem não se lembra da propaganda do Polo, que mostrava em diferentes línguas a mesma situação e, claro, o mesmo carro, com as mesmas ferramentas? Ou aquela outra mais recente, com o improvável encontro da übermodel Giselle Bünchen com um deslocado Silvester Stallone? Certamente buscavam demonstrar que a marca era internacional, e, portanto, confiável.

Já o comercial atualmente vinculado me chamou a atenção por dois motivos: o primeiro é o bom humor da campanha, que brinca com uma expressão tipicamente brasileira, paulistana até, intraduzível para outro idioma. A outra razão tem mais a ver com uma preocupação pessoal deste chucrute: o slogan da última campanha é „das Auto„. Mais do que simplesmente „o carro“, ou seja, o carro popular e confiável, o default car do cidadão comum, o slogan está em alemão. A empresa mostra-se, portanto, orgulhosa de ter sua origem na Alemanha, algo interessante nesses tempos globalizados.

Apesar da metade feminina deste blog ressaltar em acalorada conversa que „a superioridade técnica da indústria automobilística alemã é fato notável, ou seja, presume-se qualidade em razão da origem“, entendo que isso não era ressaltado. O Volkswagen brasileiro era bom simplesmente por ser bom. O europeu, por ser europeu, e assim em diante. Bom saber que essa linha não é exclusividade do Brasil: basta ver o anúncio cuja estrela é a Broke Shields. O bom humor e o slogan orgulhoso também estão presentes por lá!

Enfim, orgulhosa ou receosa, a propaganda é divertida e está no ar. Assista e tire suas próprias conclusões.

2 Kommentare

Eingeordnet unter Cultura, Televisão