Monatsarchiv: Februar 2009

Propaganda da Volkswagen – É nois na fita!

Hallo! Wie gehts?

A metade masculina deste blog se encantou com a última propaganda da Volkswagen. Geralmente a empresa nas suas campanhas publicitárias procura mostrar sua „internacionalidade“, ou seja, afirma que os automóveis da marca são os mesmos em qualquer lugar do mundo. Quem não se lembra da propaganda do Polo, que mostrava em diferentes línguas a mesma situação e, claro, o mesmo carro, com as mesmas ferramentas? Ou aquela outra mais recente, com o improvável encontro da übermodel Giselle Bünchen com um deslocado Silvester Stallone? Certamente buscavam demonstrar que a marca era internacional, e, portanto, confiável.

Já o comercial atualmente vinculado me chamou a atenção por dois motivos: o primeiro é o bom humor da campanha, que brinca com uma expressão tipicamente brasileira, paulistana até, intraduzível para outro idioma. A outra razão tem mais a ver com uma preocupação pessoal deste chucrute: o slogan da última campanha é „das Auto„. Mais do que simplesmente „o carro“, ou seja, o carro popular e confiável, o default car do cidadão comum, o slogan está em alemão. A empresa mostra-se, portanto, orgulhosa de ter sua origem na Alemanha, algo interessante nesses tempos globalizados.

Apesar da metade feminina deste blog ressaltar em acalorada conversa que „a superioridade técnica da indústria automobilística alemã é fato notável, ou seja, presume-se qualidade em razão da origem“, entendo que isso não era ressaltado. O Volkswagen brasileiro era bom simplesmente por ser bom. O europeu, por ser europeu, e assim em diante. Bom saber que essa linha não é exclusividade do Brasil: basta ver o anúncio cuja estrela é a Broke Shields. O bom humor e o slogan orgulhoso também estão presentes por lá!

Enfim, orgulhosa ou receosa, a propaganda é divertida e está no ar. Assista e tire suas próprias conclusões.

2 Kommentare

Eingeordnet unter Cultura, Televisão

O menino do pijama listrado – o filme

Hallo! Wie gehts?

Mais um filme que fala sobre a crueldade nazista nos tempos de Segunda Guerra Mundial. Desta vez, no entanto, os protagonistas não são soldados. O menino do pijama listrado – o filme, que acho que até já saiu de cartaz, traz a temática sobre outro enfoque: a visão da guerra sob o olhar de um menino de 8 anos, que pouco ou nada entende do que está acontecendo.

O filme é baseado no muito bem vendido livro de mesmo nome „The boy in the striped pyjamas„, de John Boyne. Quando uma obra artística passa de uma mídia para outra, algo se perde e algo se ganha. Não li o livro, mas imagino que o fato do „pijama“ representar algo mais do que uma roupa de descanso deve ter sido melhor explorado no livro. No filme, muito rapidamente fica óbvio o real significado, o que não prejudica a beleza do filme, até porque a inocência do menino é muito bem explorada.

Já o filme ganha, e muito, no apelo visual da propaganda nazista. A mudança visual que passa a irmã do protagonista, tanto do seu quarto quanto suas mudanças físicas mesmo – cabelo e roupas – é impactante. Ficamos a imaginar quantas adolescentes alemãs passaram pelo mesmo processo de aceitação e total submissão à propaganda nazista.

Confira aqui o trailler. Não se esqueça do seu lenço, o final é trágico.

Ein Kommentar

Eingeordnet unter Cinema, Cultura

Sandra Bullock auf Deutsch

Procurando no youtube por vídeos sobre os Bambi encontrei esse vídeo da Sandra Bullock falando alemão. E ela não está falando coisas como „Ich liebe dich“, „Hallo“ e „Guten Tag“. Esse vídeo mostra o discurso de agradecimento quando ela recebeu um Bambi em 2000, pelo conjunto de sua obra no cinema.

Eu não sabia, mas a mãe dela era uma cantora lírica alemã que a ensinou a falar alemão. O alemão dela é realmente muito bom (beeem melhor do que o meu), fiquei super impressionada.

Hinterlasse einen Kommentar

Eingeordnet unter Curiosidades, Personalidades

Keanu Reeves recebe prêmio Bambi

Mais uma notícia antiguinha, mas que deu vontade de postar por aqui.

A metade feminina do Donnerwetter!, que é muito fã do Sr. Keanu Reeves, ficou muito contente ao saber que assim como ela os chucrutes vêm emoção onde não há e, por isso, decidiram agraciá-lo com um Bambi (sem piadas sem graça, ok?) pelo conjunto do obra.

Os prêmios Bambi são uma espécie de Troféu Imprensa organizado desde 1948 pela Hubert Burda Media (alguém lembra da revista Burda?).

Voltando para o que realmente importa, encontrei no youtube um vídeo do discurso de agradecimento do Keanu Reeves. O prêmio foi entregue pela atriz alemã Caroline Herfurth (do filme „Perfume“). Dá pra perceber que a moça está bem nervosa. Eu estaria em estado bem parecido se tivesse a oportunidade de vê-lo pessoalmente. Ai, ai…

Hinterlasse einen Kommentar

Eingeordnet unter Personalidades

Oficial nazista de „O Pianista“ é homenageado em Israel

O Museu Yad Vashem do Holocausto localizado em Israel anunciou na segunda-feira (16/02) que homenageará o Capitão Wilm Hosenfeld, lhe concedendo o título de „Justo entre Nações“ (Righteous Among Nations). O titulo é concedido a pessoas que ajudaram judeus durante o Holocausto.

O Capitão Hosenfeld ajudou diversos judeus, bem como poloneses, durante a ocupação nazista da Polônia. Foi capturado pelo exército soviético, julgado e sentenciado a 25 anos de trabalhos forçado em razão de crimes de guerra que ele supostamente cometeu. Ele faleceu sob custódia dos russos em 13 de agosto de 1952.

Uma das pessoas mais famosas ajudadas por Hosenfeld foi o pianista judeu-polonês Władysław Szpilman, que com sua ajuda sobreviveu durante meses nas ruínas do gueto de Varsóvia. Em 1945, após o fim da guerra, Władysław Szpilman escreveu um livro de memórias intitulado „O Pianista“, no qual ele narra suas experiências vivida durante a guerra.

O livro foi adaptado para o cinema em 2002 sob a direção de Roman Polanski, tendo Adrien Brody como Władysław Szpilman e Thomas Kretschmann como o Capitão Hosenfeld. O filme foi um sucesso de público e crítica, tendo recebido diversos prêmios, entre eles os Oscars de Melhor Ator, Melhor Diretor e Melhor Roteiro Adaptado.

Na minha opinião é um dos melhores filme sobre a 2a Guerra Mundial que eu já assisti. A história é fantástica, a fotografia belíssima e as atuações primorosas.

Trailer de „O Pianista“:

Primeiro encontro do Władysław Szpilman com Capitão Hosenfeld no filme:

Hinterlasse einen Kommentar

Eingeordnet unter Notícias

Berlinale

No dia 15 de fevereiro foi encerrada a 59a edição do Festival Internacional de Cinema de Berlim (Internationale Filmfestspiele Berlin), também conhecido como Berlinale.

A primeira edição do festival foi realizada em 1951 e tem sido realizado anualmente desde então no mês de fevereiro (desde 1978).
Ao lado dos Festivais de Veneza e de Cannes, o Berlinale é um dos festivais de celebração da 7a arte mais conceituados mundialmente.

Os filmes que participam da competição concorrem ao Urso de Ouro (Goldener Bär) e Urso de Prata (Silberner Bär).
O Urso de Ouro é a honra máxima e é concedido nas categorias „Melhor Filme“ e „Conjunto da Obra“. Dois filmes brasileiros já levaram o Urso de Ouro pra casa: Central do Brasil (em 1998) e Tropa de Elite (em 2008).

Já o Urso de Prata é concedido nas categorias de „Melhor Ator“, „Melhor Atriz“, „Melhor Diretor“, „Melhor Roteiro“, „Melhor Trilha Sonora“ entre outros. Dentre as atrizes que já foram premiadas com o Urso de Prata não podemos esquecer de mencionar a nossa Fernanda Montenegro que o recebeu em 1998 por sua atuação em „Central do Brasil“ de Walter Salles.

O júri da edição de 2009 foi presidido pela atriz Tilda Swinton (de Constantine, Queime Depois de Ler e As Crônicas de Nárnia: O Leão, A Feiticeira e O Guarda-Roupa), e concedeu o Urso de Ouro à produção peruana/espanhola dirigida por Claudia Llosa, La teta assustada.

Hinterlasse einen Kommentar

Eingeordnet unter Cinema, Eventos

Produção alemã na corrida do Oscar

Essa notícia já é bem velha, mas como a premiação anual da Academy of Motion Picture Arts and Science, a famosa cerimônia de entrega dos Oscars, será no próximo domingo, dia 22/02, resolvi postar alguma coisa por aqui.

O filme alemão Der Baader Meinhof Komplex, dirigido por Uli Edel, está concorrendo na categoria de Melhor Filme Estrangeiro. Este filme conta a história da RAF, sigla que significa Facção do Exército Vemelho em alemão (Rote Armee Fraktion), um grupo terrorista também conhecido como Grupo Baader e Meinhof, em razão do nome de dois dos seus integrantes, que organizou e realizou diversos ataques terroristas na Alemanha nas décadas de 60 e 70.

Apesar de ter sido muito aclamado pela crítica o filme tem poucas chances de ganhar, pois foi também indicado na mesma categoria ao Globo de Ouro e ao BAFTA e perdeu em ambas as premiações.

O filme infelizmente ainda não foi lançado no Brasil. Espero que por conta do Oscar alguém resolva distribuí-lo por essas bandas. Até lá temos que nos contentar só com o trailer:

Hinterlasse einen Kommentar

Eingeordnet unter Cinema